Review – Amnesia: Later x Crowd (Análise sem spoilers)

Retorne para a vida da protagonista de Amnesia: Memories nesse fandisk que, além de continuar a história de cada rota do jogo principal, também possui muitos cenários extras, mini-games e CGs novos. Nesse post você vai ficar por dentro de tudo e decidir se vale a pena ou não adquirir esse fandisk. Pega um café e lê com calma, otomete!

Se você quer saber mais a respeito da sinopse e personagens, confira primeiro nosso post Amnesia – História, personagens e franquia para se ambientar melhor. Também recomendamos o nosso texto sobre o primeiro jogo da franquia, Review – Amnesia: Memories (Análise sem spoilers). Essa análise tomará como base que você tenha ciência dos detalhes apresentados nos posts mencionado.

Avisos:

  • Este post contém apenas spoilers leves! As rotas e personagens serão comentados de uma maneira que evite spoilers. As CGs utilizadas são as mesmas usadas no site oficial e/ou na abertura.

  • Este texto contém opiniões pessoais e não reflete necessariamente a visão de todas as integrantes do Otomices

Guia e acesso rápido aos tópicos:

Ficha Técnica

Amnesia: Later x Crowd
Título Original: AMNESIA LATER×CROWD
Tipo:
Otome Game
Plataforma: Nintendo Switch
Data de Lançamento original: 10/03/2019
Data de Lançamento em inglês: 20/09/2022
Desenvolvedora: Design Factory Co., Ltd / Otomate
Publicadoras: Idea Factory Co., Ltd. / Gloczus, Inc.
Roteiristas: Kamura Nazuna, Mochizuki Yue, dentre outros
Character designer e artista: Hanamura Mai
Artista encarregado pelos chibis: Natsume Uta
Diretor: Yamaguchi Mikiharu
Classificação etária: Teen
Site Oficial (JP) | Site Oficial (EN) | Opening | Post conheça com guia de rotas | Review do Primeiro Jogo

Esse lançamento junta dois fandisks em um, sendo o primeiro o Amnesia Later e o segundo, o Amnesia Crowd. O Later foi lançado originalmente em 2012, para PSP, enquanto o Crowd foi lançado em 2013, também para o mesmo portátil. Ambos são sequência direta de cada rota do primeiro jogo, aprofundando a história de cada rapaz e dando muuuito mais ênfase no romance. Também possui muitos extras novos, como ficha de informações, mini-games novos, cenários com o gerente e até com um personagem novo! No total, você possui 60 horas de jogo recheado de surpresas e novidades.

Personagens

Shin

A rota do Shin, no Later, é a rota mais maçante do jogo. Mesmo com as suas memórias de volta, a protagonista ainda tem vergonha de ter qualquer tipo de contato físico com seu namorado, sendo um grande empecilho no relacionamento dos dois. Por ser um assunto chato e arrastado, tendo uma solução bobinha bem no final da rota, ficou difícil de aproveitá-la como desejava.

Contudo, eu digo com confiança que a rota dele no Crowd foi a melhor de todas! O Crowd, diferente do Later, separa cenários diferentes para todos os rapazes, cenários estes chamados de Suspense e After Story. E no caso do Shin, todos eles foram muuuito satisfatórios. O cenário do Suspense me deixou ansiosa demais, me fazendo ler ele inteiro numa sentada só! No After Story, nós finalmente vemos o desenvolvimento do Shin diante de sua ingressão na faculdade, a progressão de seu relacionamento e até o desfecho de sua relação com o Toma. A conclusão da história do Shin foi bela e deixará saudade desse tsundere no meu coração. Gostei de verdade de seu desfecho.

Ikki

Eu confesso que até o vídeo de encerramento, eu tinha ficado com sentimentos mistos em relação a rota do Ikki no Later. Eu senti como se estivesse faltando alguma coisa, algum tempero, não sei explicar. Mas a cena pós-crédito fez todo esse sentimento ir embora, juro! Por ser uma review sem spoilers eu evitarei descrever a cena, apenas digo que fui completamente pega de surpresa e o sabor foi uma delícia.

No Crowd, o cenário Suspense dele até certo ponto foi divertido, com alguns mini-games dignos de terem presença no jogosparagarotas, haha. Depois ocorre uma reviravolta que te deixa sentada na ponta da cadeira até o final da rota, nervosa com a situação e pensando no que diabos irá acontecer com ele e a protagonista, se algum deles será capaz de sobreviver! Enquanto isso, no After Story, temos a experiência de “E se os poderes dos olhos do Ikki funcionassem na protagonista?”, o que dá um novo ar à nossa mocinha e em como ambos lidam com esse problema. Gostei do desfecho, dos CGs, do sprite atualizado do chara, gostei de tudo. Todavia, a do Shin continua sendo melhor, haha.

Kent

De todos os rapazes, o Kent é o que tem a rota mais lenta no quesito romance. Por não ser um assunto que interessasse o rapaz, o conhecimento dele é nulo nessa área. No Later, além dele estar se preparando para seu intercâmbio, ele também aprende mais e mais a como agir com sua amada. É uma rota fofinha, que aquece o coração.

Só que, na Crowd, talvez tenha sido lenta demais. Eu sei que tem toda a questão cultural, social, na questão de como os japoneses se relacionam, mas o Kent tomou certas decisões excessivas na minha opinião. Nem a protagonista aguentava mais no final… O cenário Suspense dele também foi o mais decepcionante. Começou empolgante, depois melou tudo, até que no final dá uma empolgadinha mas que no fim não passa de um mal entendido. No fim, foi a rota mais chata para mim. Pelo menos o Kent é fofinho.

Toma

Enquanto a rota do Shin foi a pior rota do Later, a rota do Toma foi a melhor! Toda a sequência após os acontecimentos do primeiro jogo são condizentes com a realidade dos personagens, e nossa, a protagonista está tão bem desenvolvida! Ela impõe quando sente que quer impor, ela se expressa, ela corre atrás, ela dá tudo de si, sem perder a visão de quem ela é. Eu gostei da história do início ao fim, além de ter sido um salto gritante para quem tinha acabado de sair da rota do Shin.

A rota do Toma no Crowd também é empolgante, mas não chega perto da do Shin. O Suspense é empolgante, mas sério, não tem nem como comparar. O nível da rota do Shin é muito além, haha. O After Story nos faz passar pelo processo de redenção do Toma, por tudo que ele fez com a protagonista no primeiro jogo. Apesar de ser meio extremo, combina bem com o mocinho, que sempre foi da linha de pensamento que o fim justifica os meios. E os memes com jaula, cara. Sem condição alguma, eles entregaram demais com a jaula. Foi a rota que mais gargalhei de longe.

Ukyo

Continuando a true route do primeiro jogo, no Later vemos finalmente como o Ukyo vive de verdade e como ele está lidando com o fato de finalmente ter salvo sua amada, vivenciando pela primeira vez em muito tempo outros meses além de agosto. Também temos informações sobre como anda o Orion, o que me deixou muito feliz. O bichinho é muito fofinho e ver ele feliz também me deixou feliz.

Enquanto no Later o Ukyo tenta manter uma certa distância por conta de sua outra personalidade, no Crowd a história já é outra. Sabe aquele meme, da monogamia matar? É tipo isso a rota dele no Crowd, haha. A protagonista procura se relacionar mais e mais com o outro Ukyo, a ponto que o conquista de vez e desenvolve seu relacionamento com ambos os Ukyos. No fim, dependendo das suas escolhas, você vê variações de cenas importantes tanto com o Ukyo Original quanto com o outro Ukyo. Foi um desfecho bom, que te faz feliz por esses dois finalmente terem saído do espiral repetitivo de sofrimento e dor. Te faz entender que o sol sempre vem a brilhar após uma noite bem escura.

História

Quem leu minha review anterior viu o quanto eu achei que Amnesia: Memories pecou em sua execução. Felizmente, os fandisks corrigem isso e fazem a experiência valer muito a pena! Cada rota é bem desenvolvida, com a protagonista bem definida e confiante na linha do tempo em que esteja vivendo. Mesmo assim, é fácil você mesmo começar a se confundir sobre a particularidade de cada mundo. Por exemplo, em algumas rotas o Kent é cozinheiro do café que eles trabalham, enquanto em sua rota, ele não sabia cozinhar e a protagonista que o ensina a cuidar de si mesmo.

Enquanto eu achei os extras do Later meio bobinhos, como se para encherem linguiça, eu gostei de quase tudo que foi introduzido no Crowd. A maior parte dos mini-games da parte de Working eram divertidos, além dos chibis serem uma graça! Os cenários do Suspense foram quase todos empolgantes e o cenário Communication foi bom para ter aquela dose de paquera sem compromisso, haha. O Later x Crowd, tendo um total de 60 horas de leitura, fecham o universo de Amnesia de uma forma muito boa, me deixando satisfeita e feliz por ter insistido nessa série.

Arte

Pelo o Later e o Crowd terem sido lançados em datas diferentes, podemos ver uma diferença no traço. Em minha opinião, o Crowd está mais refinado e bonito. A maior parte dos CGs te fazem babar nas ilustrações, admirando ela durante alguns minutos. Vemos sprites novos em ambos os jogos, com os personagens usando vestimentas diferentes como Yukatas, pijamas, roupa do dia-a-dia novas e, também, temos sprites dos personagens mais velhos, depois de um timeskip, ehehe.

Ver como eles ficaram depois de um tempo foi muuuuito bom, além que algumas mudanças salvaram o design de alguns personagens para mim. Uma reclamação que eu posso fazer? A falta de sprite atualizado da Mine e da Sawa. A Rika teve, mas as duas coitadas não. Fiquei pedindo justiça para elas até o fim do jogo!

Música e Dublagem

Lembram que eu falei que a trilha sonora de Amnesia é esquecível? POIS ESQUEÇAM ISSO! Tô viciada nela novamente, escutando tudo sem parar. A opening do Crowd, Akatsuki no Butterfly, cantada pela Kaori Oda é um must na playlist de qualquer um!

Temos faixas novas nos jogos que complementam bem os cenários introduzidos, além de alguns adaptados para mostrar a passagem de tempo. Achei um toque muito bacana de se ter no jogo, e fiquei muito feliz da Idea Factory Internacional ter lançado os jogos com a soundtrack inclusa!

O time de dublagem continua o mesmo, com a adição de um novo dublador, que é o Hosoya Yoshimasa. Não vou adentrar nos detalhes do personagem dele, mas venho dizer que eu adoro o Hosoyan, sendo um dos meus dubladores favoritos! Foi uma surpresa agradável demais, música para meus ouvidos, haha. Enquanto isso, o problema de sincronização das falas dos personagens com o movimento da boca continua em ambos os jogos. Eu tinha esperança que isso fosse ser corrigido ao menos no Crowd, mas nem lá isso não foi corrigido. Como é que falam, Deus não dá asa a cobra (porque se desse, eu estaria uivando no Twitter).

Ah, e lembram que eu reclamei que não tinha como escutar a BGM dentro do próprio jogo? No Later eles adicionaram esse recurso! Me acabei demais naquele menu, haha.

Sistema, Interface e Tradução

A interface do Later é bem semelhante ao do Memories, mas enquanto o primeiro jogo utiliza cores frias, no Later temos o uso de cores quentes. Eu não sei nada de teoria da cor, mas sei que é mais confortável e aconchegante esses tons utilizados. Achei muito mais agradável. Já no Crowd, é tudo bem diferente, mas que ao mesmo tempo remete às cores do Memories… E por conta disso eu não gostei, porque eu não gosto da cor verde. Mas foi diferente, ver tudo como borboletas em vez de rosas, enfim. Foi “inovador”.

Ao jogar os cenários de Suspense, temos um monte de novidades na gameplay! Você pode investigar os lugares que está, há momentos em que você escolhe para onde quer ir no mapa, além de poder alternar o ponto de vista dos personagens em certos momentos. Na rota do Ikki, tivemos até uns mini-games parecidos com um quiz, que te faziam pensar um pouco, mas nada torturante assim como o teste de matemática que o Kent te passou no primeiro jogo. Eu, ao menos, me diverti com eles.

Tela de seleção do mapa.

São inúmeros mini-games disponíveis no Crowd pela aba Working. Você pode jogar cartas, pode lavar pratos, fazer contas (pfffffffffff), jogo da memória, jogo de montar parfait, até jogo de servir os clientes tem! Tirando o de lavar pratos que acabou com meu pulso (eu tenho tendinite) e o de cálculos (porque ninguém se diverte fazendo contas), os outros foram todos divertidos! Nenhum é complexo e enquanto você joga, o personagem se comunica com você, falando incentivos ou insultos pelo seu progresso. Se você jogar todos os mini-games em sequência e ter nota excellent neles, você libera um CG deveras interessante no final da semana. Vale a pena, eu juro!

E assim como no Memories, tanto o Later como o Crowd possuem aquele sistema de tocar em alguns CGs para escutar o personagem falando sobre aquele momento específico! Ver alguns constrangidos enquanto você “toca” neles é bom demais, hehe.

Biases

Com o Later x Crowd, posso dizer que o Shin se tornou meu favorito. Eu sei, nem eu entendo direito como isso aconteceu, mas a gente não manda no coração, só obedece. O Crowd teve pontos positivos demais, e fizeram a experiência da rota do Shin ser ótima. Já tinham me avisado que ela era muito bem desenvolvida, mas eu não tinha acreditado na pessoa. Boba foi eu. Caí como uma patinha no feitiço do tsundere beijoqueiro.

O Toma também ganhou um espaço no meu peito, porque o desfecho de suas rotas foi bom demais. Agora o Kent? Tadinho, só consigo ver ele como um ótimo amigo. E o Ikki como um ótimo contato ONS.

Conclusão

Amnesia: Later x Crowd vale completamente a pena! Se você, assim como eu, possuía criticas referentes ao jogo original, provavelmente ficará feliz com todo o desfecho da história. As minhas reclamações, como pouco tempo de desenvolvimento ou self-insert, foram resolvidas, e não vejo a existência desses problemas no sequel.

As reclamações que tenho a fazer são referentes apenas ao problema de sincronização de voz x lábio dos personagens, que ainda existe, e, a sua tradução com erros e typos assim como no original. Não sei se foi a pressa, ou se foi um projeto que fora engavetado no passado e reaproveitado atualmente, mas senti que a IFI novamente pecou na qualidade da tradução. Pelo menos, ao que eu me lembro, o Later é repleto de problemas ortográficos. O Crowd também os possui, mas em número menor.

Por fim, posso dizer que agora eu entendo de verdade o porquê de Amnesia ser considerado um clássico dos otoges. Toda a progressão do primeiro jogo até o desfecho dos fandisks é bem executada, te deixando bem satisfeito com o resultado final. Um desejo que tenho? Que seja lançado para a Steam assim como o Memories foi, para que mais meninas possam descobrir que experiência agradável o jogo foi!

E se você tem Switch, recomendo comprar o jogo! Além de ele já ter entrado em promoção algumas vezes, também está disponível na nossa eShop Brasileira! Tem coisa melhor que isso, gente? Enfim, corre lá para jogar essa sequência imperdível, e vamos torcer para que o Amnesia World seja localizado também no futuro! <3

Nota geral: 8.5

Thanks to Idea Factory International for supporting our job! <3

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s