Primeiras Impressões – Cupid Parasite (Nintendo Switch)

Vem saber com a gente como anda a jogatina em Cupipara, o mais recente otome game de comédia romântica lançado no Ocidente, através da Idea Factory International!

Neste post eu vou contextualizar a premissa do game assim como os personagens envolvidos, mas se você quer saber tudo isso de forma mais profunda junto com outras infos, olha o nosso post Conheça de Cupid Parasite!

Esse texto conterá as impressões e experiências que tive ao jogar a rota comum. Vale lembrar que esta é uma análise em progresso!

Nota 1: Contém poucos spoilers da rota comum.

Nota 2: Este texto possui opiniões pessoais, portanto, fique atenta, pois cada um tem sua opinião. Ou seja, o que eu achar ruim ou bom você pode não concordar. Lembramos também que as opiniões não refletem necessariamente a visão de todas as integrantes do Otomices

Esta postagem foi possível graças ao recebimento da chave digital do jogo pela própria publicadora.

Thanks to Idea Factory International for supporting our job! <3


Neste otome game acompanhamos a comédia romântica da própria deusa do Amor, Cupido. No início, ela fazia o seu trabalho de juntar potenciais casais apenas com o seu arco e flecha, mas graças à sua tia Minerva, Cupido descobre que os humanos são muito inteligentes e talvez não dependam tanto assim dos poderes dos deuses. Além de apresentar um acervo de objetos da Terra, Minerva faz a garota se apaixonar pelas comédias românticas produzidas pelos humanos.

Seu pai, Marte, fica sabendo que ela anda muito com sua tia e admirada com as coisas terrenas. Ele ordena que ela continue o seu trabalho como Cupido, pois suas últimas flechadas não andam mantendo casais tão apaixonados. Cupido começa a se perguntar se as técnicas e estudos de relacionamento dos humanos são mais eficientes, o que deixa Marte furioso, pois isso significaria que humanos não precisam da intercessão dos deuses.

Basicamente, os dois discutem e Cupido resolve provar ao seu pai Marte que os humanos podem viver sem a interferência dos deuses. Eles fazem uma espécie de “aposta”, na qual Cupido irá usar as técnicas humanas para juntar casais, ao invés dos próprios poderes. Se ela for muito bem sucedida, Marte admitirá que ela estava certa.

Bem, na verdade Marte não levou isso tão a sério, mas sua filha sim, e então ela foge de Celestia, o lar dos deuses, para a Terra, com a ajuda de sua tia Minerva. Em poucos anos, Cupido em sua forma humana, agora chamada de Lynette Mirror, estuda e entra na melhor agência de casamento de Los York, a Cupid Corporation. E então ela recebe o seu maior desafio como uma profissional do amor: Ser a conselheira de 5 rapazes problemáticos no amor, o temido Parasite 5.

O início do game serve para mostrar o histórico e motivações de Lynette, assim como apresentar seu cotidiano, sua amiga de quarto e também colega de trabalho e os 5 parasitas. É engraçado ler essa visual novel porque é um tipo de narrativa inspirada em clássicos hollywoodianos de comédia romântica. A correria de uma jovem profissional que está em busca de uma promoção e recebe um desafio que, sem saber, a levará a viver um romance.

E então, de acordo com o seu roteiro profissional, Lynette faz uma entrevista com cada um. Essas entrevistas constatam que cada garoto é um arquétipo de candidatos amorosos que costumamos ver nas comédias românticas: o amigo da protagonista que sempre gostou dela mas foi “friendizonado” (Gill); o empresário workaholic que enxerga o amor e casamento como uma total perda de tempo (Shelby); o carinha popular bem humorado que entra nessa para testar como é estar apaixonado (Raul); o egocêntrico que esnoba todos, inclusive a protagonista (Ryuki); e o “badboy” garanhão que só vive flertando com Deus e o mundo (Allan).

Com certeza você e eu assistimos comédias românticas com esses perfis de personagens masculinos, e é por isso que Cupid Parasite soa familiar e divertido. Aliás, as músicas de fundo são perfeitas e conseguem entregar uma ótima imersão no universo e cotidiano de Lynette.

Algumas, inclusive, possuem vocais! Cada garoto possui sua própria trilha sonora, que veste como uma luva suas personalidades. Em geral, a OST é típica de um dorama que se passa numa cidade contemporânea e cosmopolita, ao mesmo tempo em que se inspira em trilhas sonoras de comédias românticas americanas clássicas, com o rock dos anos 60/70 dos Embalos de Sábado à Noite ou com os violinos românticos de Bonequinha de Luxo. Aliás, eu não aguentei e escutei toda a OST no Spotify antes mesmo de me deparar com todas as músicas no jogo. Recomendadíssima. É muito cativante e a cara de Cupid Parasite!

E falando em clássicos, assim como a música, o visual dos personagens também são uma mistura de moderno com clássico. Todo o colorido, estilo das vestimentas e cenários são definitivamente um dos pontos característicos de Cupid Parasite. A própria Lynette parece ter saído de uma boutique nova-iorquina dos anos 60. Em geral, todo mundo está vestido pronto para desfilar na Fashion Week!

Percebendo que os garotos serão difíceis de lidar, Lynette faz de tudo para mantê-los na linha: workshops, dates de ensaio, feedback de mensagens, e até jogá-los em uma festa com outras clientes da Cupid Corporation para ver como eles irão se sair.

From zero to Hero

Enfim, praticamente tudo foi em vão, até que um produtor de TV aparece e surge a ideia de um TV Show do Parasite 5, com cinco episódios semanais ao vivo. Todos os garotos e Lynette vão conviver esse tempo das gravações na mansão do Shelby, o CEO da Cupid Corporation e secretamente um dos cinco parasitas.

Bomber Chorizo, o apresentador do programa, e um fanservice maroto para as telespectadoras, lol

A segunda metade da rota comum se passa nesse período do TV Show, e é onde acontece de fato uma maior e verdadeira interação entre os garotos. Claro, todos, com suas personalidades e costumes, são cômicos e rendem boas risadinhas com momentos nonsense e malucos. Os meus favoritos em termos de comédia foram o Shelby, com suas tossidas ou suspiros preocupados na tentativa de esconder sua verdadeira identidade como um parasita; e o Allan, com as cantadas baratas dignas de vergonha alheia, kkkk.

Através desse show de cinco episódios, fanservices, maluquices e risadas são garantidas. Em um dos episódios ao vivo, uma provocação que o Allan faz no Gill acaba gerando uma sequência de roupas e calças arrancadas, tudo para que eles comparassem os tamanhos dos seus amiguinhos, LOL.

“Vamos ver o seu também, Shelby! Eu sempre pensei que você tinha os moldes de uma escultura romana. Hora de descobrir se é isso mesmo!” MINHA GENTE, O BERRO QUE EU DEI! kkkkkkk
“Não é o tamanho do barco que importa, e sim os movimentos do oceano” KKKKKKK, a metáfora que ele usou, meu pai!

Os personagens secundários não fazem uma aparição tão grande na rota comum, com exceção do Owen, o secretário e representante do Shelby no grupo dos cinco parasitas. Ele é comicamente sério e comprometido com o seu trabalho, e me rendeu boas risadas. A Minerva, tia da Cupido, e Claris, a amiga da Lynette, são personagens femininas igualmente carismáticas.

E o que dizer da Lynette, a deusa e profissional do Amor? Ela é uma típica protagonista de comédia romântica nova-iorquina. Uma jovem trabalhadora, responsável, que se enfia em situações complicadas no cotidiano e precisa dar o seu jeito feminino e despojado para sair delas. Ela tem sempre um bom humor e esperança das coisas darem certo no final, mas por enquanto, nenhuma disponibilidade para viver um romance, apenas de criá-lo para outras pessoas. Eu fiquei curiosa em ver os momentos nos quais ela vai se dar conta de estar gostando de alguém!

Durante a rota comum, a sensação que tive é de estar assistindo um dorama asiático de comédia romântica, com músicas e visuais inspirados em filmes dos anos 60 e 70 americanos em um enredo contemporâneo. Eu confesso que prefiro otome games com pegadas não contemporâneas, como os históricos ou de fantasia, mas Cupid Parasite foi uma boa e divertidíssima surpresa. Se você também gosta de comédias românticas e é acostumada com doramas desse gênero, com certeza vai se familiarizar com os personagens, diálogos e enredo divertidos do jogo.

Definitivamente eu recebi uma flechada da Lynette, pois me apaixonei pela divertida dinâmica e alto astral que o enredo e personagens ofereceram na rota comum. Tô curiosa pra rir mais com os garotos e ver como a nossa Cupido favorita vai lidar consigo mesma ao descobrir que está gostando de alguém!

Nota da Idea Factory International

Recentemente, a IFI fez um comunicado relatando que algumas partes das rotas do Ryuki e Raul não passaram pela edição/revisão de texto no processo de localização. Um patch será lançado em aproximadamente 4 semanas, consertando estes erros.

A Nico, que tá mais avançada que eu no jogo, chegou num ponto da rota do Ryuki que tá muito difícil de acompanhar, por conta de frases sem sentido, falas que deveriam ser de outro personagem, etc. Ela também notou que o finalzinho da rota do Shelby haviam algumas frases com palavras repetidas ou com falta de coesão. Então, sim, tem muita coisa pra ser revisada e consertada, pois é provável que também possa ter afetado pequenas partes de outras rotas, dando o motivo de tanto tempo para a implementação desta correção.

De qualquer forma, nós apreciamos que a empresa tenha se dado conta do erro e prontamente tenha feito o comunicado, informando a futura correção, para que nós, fãs, recebamos a “qualidade que vocês merecem”, diz ela. Ficaremos no aguardo! <3

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s